segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Final de expediênte


Silvana havia terminado toda a tarefa do dia, já eram 18 horas, o escritório estava vazio e Jarbas seu patrão ainda não havia chegado da reunião que marcara com uns empresários em um luxuoso hotel praiano.
Geralmente na sexta feita àquelas horas era o momento em que fazia o famoso boquete pra ele que após gozar como um cavalo louco a fazia beber todo o seu leite de macho original. Hoje, no entanto, ficaria sem sua iguaria. Pegou sua bolsa apagou a luz do escritório luxuosíssimo e saiu, hoje teria que se contentar com o seu namorado.

Nenhum comentário: