segunda-feira, 8 de novembro de 2010

O demônio e o quase padre



Mauricio nutria uma paixão por Gigia desde criança.
Ele agora com 20 anos e Gigia com 17 e já que o romance não emplacava era a hora de Mauricio procurar outras inclinações na vida. Possou-se vários anos e por essas coisas da vida Mauricio resolveu ingressar no sacerdócio e com o decorrer dos anos iria se tornar padre. Um mês antes da celebração que o definiria como padre resolveu voltar pra casa e visitar sua mãe que não via a varios anos, as únicas conversas com ela tinha sido via telefone e alguns papos no MSN. O que o quase padre Mauricio não  podia supor é que sua paixão de criança hoje com 25 o esperava ainda apaixonada, e quando Mauricio a viu sua paixão voltou num fogo desesperador, já não se controlava. Ela estava linda demais, e sua sensualidade saia pelos poros. Naquela noite Mauricio passava quase em claro quando ouviu alguém bater na porta do seu quarto, quando abriu viu Gigia, todo linda sensual, o abraçou e o beijou, tirou o roupão onde exibia seu belo corpo negro e uma calcinha vermelha maravilhosa. O coração do quase padre Mauricio veio a mil. Fez sexo a noite todo, se lambuzou  todo e ainda continuou pela manhã até as quase meio dia, a menina era insaciável. A igreja católica perdeu o que seria um padre naquele dia.

Nenhum comentário: