quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Anete




Anete nunca se conformou com sua vida de pobre. Quando criança sonhava em ser modelo, sua adolescência chegou e viu que esse sonho não daria certo de jeito nenhum, problema talvez de sua estatura baixa e a dificuldade para se tornar muito magra, na verdade não controlava a boca. Sempre linda, porem com sonhos não realizados, se sentia mais uma na multidão. Atualmente namorava Rodrigo um gerente de banco que subia na vida aos poucos devido seus talentos administrativos. Rodrigo também era um frustrado, pois sonhara coisa melhor pra ele do que ser um gerente de banco. À noite os dois conversavam muito sobre suas frustrações, na verdade se auto completavam, tudo terminava numa noitada de sexo de todas as formas.

Nenhum comentário: