quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Drama de Andréia


Porque será que mesmo com o passar dos anos o costume que Andréia tinha de se masturbar não havia passado? Triste, já havia ate consultado um psicólogo para que pudesse de certa forma acabar com esse costume que tinha desde os tempos de adolescente. Durante o período em que se tratava com um famoso psicólogo de família amigo de seu pai não conseguiu se “curar” desse seu costume de tempos antigos.
Já havia sido avisada por esse mesmo medico que a masturbação feminina ou masculina não tinha nada de mal e que era até certo ponto bom, desde que não criasse nenhum drama ou sensação de culpa pelo individuo que usasse esse tipo de artimanha para ter seus orgasmos sexuais tão naturais. Com o passar do tempo o grilo de Andréia foi desaparecendo e sua amizade com o psicólogo foi tanta que vez ou outra ela volta ao consultório somente para masturbar o seu psicólogo que sempre foi onanista de carteirinha.

Nenhum comentário: