domingo, 17 de novembro de 2013

Tara a tarde

Era impressionante o que Ellen sentia, tinha esses tiques de tarada desde os tempos de adolescente, já havia feito tratamentos psicológicos quanto a isso, deu certo e já fazia  dez anos que não sofria desse mal, só que agora voltou a te-lo novamente e já não conseguia controlar.Com o cargo importante que tinha não era possível ficar toda assanhada por um mero segurança da empresa da qual era diretora.
Certo dia não aguentando mais o tesão pelo  negrão praticamente o arrastou para a sala quando acabara o expediente e mamou gostoso o falo do mesmo que fez jorrar o leite grosso do qual Ellen saciou a sede. Depois daquilo virou-se de quatro e o fim da tarde foi pequeno para os dois.

Nenhum comentário: